Os 10 melhores treinadores de futebol do Mundo

melhores treinadores de futebol do Mundo 09 melhores treinadores de futebol do mundo Louis Van Gaal melhores treinadores de futebol do mundo 2014 melhores treinadores de futebol do Mundo | Os melhores treinadores de futebol do Mundo | Os melhores treinadores de futebol do Mundo
Van Gaal ocupa o nono lugar da lista dos melhores treinadores de futebol do Mundo

09 – Os melhores treinadores de futebol do Mundo |  LOUIS VAN GAAL

Aos 61 anos de idade, Louis Van Gaal tem uma das carreiras mais vitoriosas entre os treinadores de futebol de todo o mundo. Seu primeiro trabalho com treinador de futebol de um time foi em 1991, com o Ajax, onde sua filosofia de trabalho e grande visão para jovens promessas acabou por tornar o clube holandês um dos mais fortes da história do futebol, revelando jogadores que seriam a base da seleção holandesa da década de 90, como Patrick Kluivert, Denis Bergkamp,Clarence Seedorf, Ronald e Frank de Boer, Edgar Davids e Edwyn van der Sar.

Além disso, possui uma marca dificílima de ser conseguida, com o clube passando toda a temporada de 94-95 sem sofrer uma única derrota, sendo campeão invicto do Campeonato Holandês e da Champions League, coroando a temporada com vitórias sobre o Real Zaragoza pela Supercopa da UEFA e sobre o Grêmio pelo Mundial de Clubes.

Com o fim do contrato em 1997, Van Gaal partiu para um novo desafio, aportando na catalunha para ajudar o seu maior clube, o Barcelona, a voltar a ser campeão da La Liga, coisa que não acontecia desde 94.

E apesar do sucesso no clube, com o bicampeonato nas temporadas 97-98 e 98-99 e o título da Copa del Rey em 98, o treinador de futebol acabou deixando o clube em maio de 2000, alegando que jogadores o impediam de implantar sua cultura de trabalho, o caso mais notável com o brasileiro Rivaldo, com quem o treinador de futebol teve várias discussões públicas durante sua passagem pelo clube.

Seguiu-se então uma passagem conturbada pela seleção holandesa, onde não conseguiu se classificar para a Copa do Mundo na Coreia do Sul/Japão, deixando a Laranja de fora da competição pela primeira vez desde 1990 o que, seguido de uma passagem frustrada como diretor do Ajax, acabou por fazer com que seu prestígio no mercado caísse vertiginosamente.

Apenas em julho de 2005 retomou a carreira como treinador de futebol, agora no AZ Alkmaar, clube onde encerrou a carreira como jogador em 1987. De volta à Eredivisie, conseguiu terminar sua primeira temporada como terceiro colocado no campeonato, lutando pelo título até a última rodada. Depois de deixar escapar a vaga na Liga Europa em 2007, Van Gaal pensou em abandonar o clube mas, por pressão dos jogadores, se manteve no cargo.

O bom trabalho frente ao clube colocou o nome do holandês de novo num lugar de destaque de onde nunca deveria ter saído, e logo o convite apareceu um convite para dirigir o Bayern de Munique, convite que foi prontamente aceito pelo treinador de futebol.

Apesar de um início ruim, conseguiu recuperar o clube e, já no seu ano de estreia, levar a “dupla coroa”, com o título da Bundesliga e da Copa da Alemanha, além de ter levado o time bávaro à final da Champions League em 2010, onde foi derrotado pela Inter de Milão de seu antigo pupilo, José Mourinho.

Apesar de ótimo trabalho feito na equipe, os títulos acabaram vindo mesmo apenas em sua primeira temporada frente ao clube, o que acabou fazendo com que o deixasse ao final da temporada 2011-12 para mais uma vez assumir a seleção holandesa, que vinha de dois vice campeonatos, na Copa do Mundo e na Eurocopa, sob o comando de Dirk Advocaat.

Mais do que uma formação tática, Van Gaal acredita em uma filosofia de jogo, onde o trabalho em equipe tem precedente sobre as características individuais de cada um e, mais importante do que saber apenas atacar ou defender, é saber fazer ambas as coisas. E é por ser um adepto do futebol total tão característico da Holanda que Louis Van Gaal ocupa o nono lugar da lista dos melhores treinadores de futebol do Mundo.

Os melhores treinadores de futebol do Mundo | Estatísticas da carreira do treinador:

  • Ajax – 286 jogos, 196 vitórias, 51 empates e 39 derrotas (aproveitamento de 68.53%)
  • Barcelona – 196 jogos, 108 vitórias, 35 empates, 53 derrotas (aproveitamento de 55.10%)
  • Holanda – 18 jogos, 11 vitórias, 4 empates e 3 derrotas (aproveitamento de 61.11%)
  • AZ – 182 jogos, 105 vitórias, 39 empates e 38 derrotas (aproveitamento de 57.69%)
  • Bayern de Munique – 96 jogos, 59 vitórias, 18 empates e 19 derrotas (aproveitamento de 61.46%)

Os melhores treinadores de futebol do Mundo | Os melhores treinadores de futebol do Mundo